NOTÍCIAS

13/10/2017
Julgamento de Gado Rústico atesta melhoramento genético dos animais
O maior ganho de um criador de gado rústico ao participar do julgamento, além da valorização do animal no mercado, é também a certificação de as raças estão evoluindo geneticamente.
Ademir Hoinaski Filho, presidente do Núcleo de Criadores de Hereford e Braford do Sudoeste, foi o organizador do Julgamento de Gado Rústico que ocorreu nesta sexta-feira (13), na Expo Toledo 2017 e 12ª Internacional.

Foram 50 animais das raças Hereford e Braford que tiveram analisadas diversas características.

O julgamento traz reconhecimento, valorização do animal. O maior ganho é que quando se aglutina um número grande de bons animais, é um sinal que a raça está evoluindo, que está havendo um melhoramento genético, analisa Hoinaski Filho.

A forma como o Núcleo de Criadores de Hereford e Braford do Sudoeste foram recebidos pela organização da Expo Toledo foi enaltecida pelo presidente Hoinaski Filho.

A receptividade da Sociedade Rural de Toledo foi excelente. Isso foi muito positivo. Esse foi o primeiro passo e pretendemos ano que vem voltar com ainda mais força e com destaque maior. Também estamos abertos para fazer um leilão do nosso núcleo aqui na ExpoToledo, sugere.


CRISE
A crise econômica que ainda é sentida no Brasil também afetou o agronegócio, sobretudo os setor de gado de corte.

Embora haja adversidades, Ademir Hoinaski Filho já fala em superação.

O agronegócio não tem como parar. Já passamos por outras crises e vamos passar mais esta.


Ele recorda da polêmica Operação Carne Fraca, que ano passado abalou o setor em todo o Brasil.

Sentimos o reflexo. Foram menos de 2% dos frigoríficos afetados e com o tempo conseguimos mostrar que os outros 98% são muito bons.